Área comum  Por Cecília Lima

No dia 12 do próximo mês, outubro, é comemorado o Dia da Criança, data na qual se celebra a infância. Não há nada mais emblemático que represente essa fase da vida do que o ato de brincar. Toda criança tem direito ao lazer e, pensando nisso, vários condomínios residenciais investem em espaços destinados a essa finalidade

O seu prédio possui algo desse tipo? Ainda dá tempo de presentear as crianças com um ambiente dedicado inteiramente a elas. A montagem de uma brinquedoteca não requer grandes reformas e pode ser feita aproveitando um cômodo já existente. Quem usufrui desses espaços elogia a iniciativa.

Segurança – A médica Maria das Graças Alves, moradora de um residencial na cidade de João Pessoa (PB) avalia positivamente a experiência com a brinquedoteca criada em seu prédio no início deste ano. “O espaço foi inaugurado em janeiro, coincidindo com as férias escolares de meus dois filhos de 5 e 9 anos. Nessa época é difícil conciliar o meu trabalho com o lazer das crianças e a brinquedoteca supriu essa demanda, pois ali eu sei que eles estão ocupando o tempo em segurança, sem necessidade de deslocamento e também interagindo com outros colegas, pois há várias crianças morando aqui”, afirma Maria.

No cotidiano do condomínio dela as crianças utilizam a brinquedoteca sob a supervisão de um responsável, que pode ser a babá ou outro adulto. Porém, devido ao sucesso da brinquedoteca, os pais cujos filhos usufruem do espaço concordaram em pagar uma taxa extra nas férias de julho para contratação de recreadores, o que foi aprovado pelas crianças, pelos pais e também pelo síndico, pois – com as crianças ocupadas em um ambiente adequado – diminuiu a permanência delas brincando em locais proibidos, como a garagem.

Opções – Como montar uma brinquedoteca? O ideal é buscar a consultoria de um profissional que trabalhe com montagem de ambientes, o qual poderá escolher os materiais mais adequados para a finalidade desejada. De acordo com a designer de interiores Fabiana Visacro, ao criar um espaço infantil, a prioridade é pensar na segurança, além da praticidade para manter o ambiente limpo e conservado, investindo em um material apropriado. “Entre os pisos considerados mais práticos para limpeza estão o piso vinílico e o porcelanato. Considerando que o porcelanato é um piso mais frio e as crianças gostam de brincar no chão, o ideal é usar o vinílico, que além de prático é mais quentinho. O piso emborrachado é também uma boa opção. O ideal é que todos os móveis como mesinhas, cadeiras, instalação da TV, sejam proporcionais à altura de quem vai usar o espaço”, indica.

Móveis com cantos arredondados ou protegidos com silicone são importantes para evitar machucados. A brinquedoteca também deve dispor – como o próprio nome sugere – de brinquedos, o quais devem ser orçados em mais de uma loja, sempre buscando barganhar o melhor preço. É importante que os itens que fazem parte do patrimônio coletivo do condomínio estejam sinalizados com etiquetas que os diferencie de objetos pessoais que as crianças possam levar ao cômodo e também para evitar possíveis furtos.

 

*Jornalista